Obra de saneamento básico em União Bandeirantes, parada desde 2018, é reiniciada após ação do Governo de Rondônia



Equipe do DER/PAC já iniciou o trabalho de limpeza geral da área da obra de saneamento básico de União Bandeirantes

Para melhorar a qualidade de vida da população do estado, o Governo de Rondônia por meio do Departamento Estadual de Estradas Rodagem e Transportes (DER), vem realizando serviços em todas as regiões e estradas estaduais, além de atuar em diversas outras frentes de trabalho. Nesta sexta-feira (30), foi reiniciada a obra de abastecimento de água de União Bandeirantes, distrito de Porto Velho, que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, e estava parada desde 2018.

Gilson Moraes, gerente do PAC em Rondônia, informou que tem seguido as orientações do governador Marcos Rocha para destravar as obras que estejam há muito tempo paralisadas. “Essa obra encontrava-se paralisada desde 2018 por falta de ajustes no contrato. É um serviço de suma importância para moradores do local, pois água tratada traz qualidade de vida, além da diminuição dos riscos de doenças e contaminação por falta de água saudável”, afirma o gerente.

Ela ainda destaca que, na quinta-feira (29), foi assinado o Termo de Reinício da obra diretor-geral do DER, Elias Rezende, e pela empresa executante. “No dia seguinte, na sexta-feira, a equipe do DER/PAC já se deslocou até União Bandeirantes, onde estão sendo executados os serviços de limpeza geral na área da captação de água bruta do manancial [rio]”, destacou.

O diretor-geral do DER analisa que “esta é uma obra valiosa para os moradores de União Bandeirantes, com o valor de R$7.538.018,25 (sete milhões, quinhentos e trinta e oito mil, dezoito reais e vinte e cinco centavos). Faltavam alguns ajustes de projeto para o reinício que já foram feitos e assim retornamos os serviços. Esta obra além de alavancar a economia deste distrito da capital, também reduzirá custos com saúde, melhorando a qualidade de vida da população”, finalizou Elias Rezende.

Fonte: Secom

Postar um comentário

0 Comentários