Governo do Estado recupera via municipal que atende duas escolas em Ji-Paraná



Equipe do DER trabalha para manutenção das estradas em Ji-Paraná

O Governo de Rondônia está, desde o mês de junho, está fazendo a recuperação de 76 quilômetros das Linhas do km 09, 12 e 82, pertencentes ao município de Ji-Paraná. O trabalho é realizado pela 8ª Residência Regional do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) e é resultado de um Termo de Cooperação celebrado com a Prefeitura Municipal.

De acordo com o titular da 8ª Residência, engenheiro Klayson Furtado, estão sendo executados os serviços de reconformação completa de plataforma (patrolamento), recomposição parcial de revestimento primário (encascalhamento), limpeza lateral, levantamento de aterro em pontos de alagamento e reforço na sinalização. “O trabalho teve início em junho na Linha do km 12, onde foram recuperados 15 quilômetros da via. Depois seguimos para a Linha do km 09, que terminamos em julho e, tão logo, vamos começar a recuperação completa dos 29 quilômetros da Linha 82”, explica Furtado.

A Linha do km 09 tem especial importância, não apenas pela longa extensão de 32 quilômetros, bem como por abrigar uma série de propriedades que necessitam da estrada em boas condições para escoar a produção, além de ser o endereço de duas instituições de ensino: a Escola Municipal Professor Edson Lopes, que atende cerca de 300 alunos do ensino fundamental, entre 6 e 14 anos, e Escola da Família Agrícola EFA Itapirema, que atende 170 alunos do ensino médio integrado ao curso técnico em agropecuária, na faixa etária entre 15 e 20 anos.



A Linha do Km 09 integra, ao longo dos seus 32 quilômetros, grande parte da área rural de Ji-Paraná

A vice-diretora da EFA Itapirema, professora Maria de Fátima Rodrigues Vitorino, enfatiza a importância da manutenção da Linha do km 09 relatando que “os alunos são, em sua maioria, moradores da região e transitam por todas as linhas que se interligam tendo como eixo principal a Linha do km 09, por isso que é muito importante ela estar sempre em boas condições”. A professora destaca ainda que, “quando o DER termina um serviço de manutenção, o comentário entre os alunos é que fica melhor que a BR”.

GESTÃO NA ESTRADA
Além do trabalho de cooperação com a Prefeitura do Município, a 8ª Residência Regional do DER tem sob sua responsabilidade a recuperação, manutenção e melhoria de 300 quilômetros de vias sem pavimentação asfáltica em Ji-Paraná e Presidente Médici, bem como a manutenção da infraestrutura do Parque Tecnológico Vandeci Rack (onde é realizada a Rondônia Rural Show), auxilia na manutenção das áreas externas do Aeroporto José Coleto e ainda na formação de forças-tarefas do DER para recuperação infraestrutural em todo o Estado.

Para o diretor-geral do DER, Elias Rezende, a palavra para o Governo de Rondônia é uma só: trafegabilidade. “Com rodovias trafegáveis, a nossa produção chega mais rápido em seu destino, gerando lucro para o pequeno, médio e grande produtor e ao mesmo tempo impulsionando a economia do Estado de Rondônia, trazendo o progresso. É com trabalho de qualidade e executando serviços para a população rondoniense que vamos transformar Rondônia em um lugar melhor para todos”, finaliza Rezende.

Ao todo, o DER é responsável pela recuperação, manutenção e melhoria de uma infraestrutura rodoviária que se estende por mais de seis mil quilômetros de rodovias com e sem pavimentação, integrando os 52 municípios de Rondônia através dos serviços executados pelas equipes de 14 Residências Regionais e as Usinas de Asfalto.



O DER tem atuado intensamente nos 52 municípios de Rondônia para garantir a trafegabilidade e escoamento da produção.

Fonte: Secom

Postar um comentário

0 Comentários