Dia de Campo sobre revitalização da lavoura cacaueira é promovido pela Emater para capacitar produtores em Cacaulândia

“Dia de Campo sobre Revitalização da Lavoura Cacaueira” na zona Rural de Cacaulândia

Porto Velho, RO - O Dia de Campo sobre revitalização da lavoura cacaueira foi realizado na propriedade de um produtor de cacau, que fica na zona Rural de Cacaulândia, e teve a participação de dezenas de produtores rurais e técnicos. Os agricultores receberam orientações técnicas com temas desde o melhoramento genético até a comercialização do produto, por meio de palestras.

Promovido pelo Governo do Estado, o evento é coordenado pela Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater e Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri, em parceria com a Prefeitura de Cacaulândia.

Durante o Dia de Campo, técnicos da Emater, da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira – Ceplac, e outras instituições palestraram e promoveram estações em meio a lavoura com oficinas para os produtores rurais sobre os temas: melhoramento genético, sistema agroflorestal, principais pragas e doenças, crédito rural, revitalização da lavoura cacaueira, mercado e comercialização.
 
Agricultores receberam orientações técnicas com temas váriados por meio de palestras

O gerente do escritório local da Emater em Cacaulândia, Henrique Marchi, destacou que o evento é uma oportunidade para se ter acesso às propriedades que são referências na produção, como a do produtor rural, Gelson Castro.

“O Gelson possui uma propriedade com um alqueire de terra e 100% dela consiste no cultivo do cacau seminal. Há cinco anos, nos procurou e disse que estava com a produtividade baixa e que não conseguia cumprir com as despesas mensais, somente com a cultura do cacau. Diante disso, realizamos uma análise de solo para detectar as deficiências e fizemos a correção de solo, a adubação e poda de limpeza. Na safra seguinte, o Gelson conseguiu ter um acréscimo de 180% na sua produção. Hoje podemos dizer que Cacaulândia teve um produtor que fez acima de R$ 50 mil em um alqueire de cacau seminal”, detalhou Henrique Marchi.

Produtor que sediou o Dia de Campo foi premiado com 3° melhor cacau de Rondônia, na Safra 2021, no concurso Concacau

Na safra de 2021, o produtor Gelson Castro foi premiado com o 3º melhor cacau de Rondônia no concurso Concacau. O produtor agradeceu todo o apoio recebido para a melhoria da produção e se diz estar muito satisfeito com a mudança desempenhada na propriedade. “Hoje em dia eu me sinto realizado e muito honrado, só pelo fato de ter as condições e conhecimento para produzir o cacau fino”, frisou o produtor.

O gerente Regional da Emater na região do Vale do Jamari, Matheus Folador, reiterou que o Dia de Campo é uma oportunidade para se ter contato direto com produtores e extensionistas. “Revitalizar e fortalecer a cacauicultura no Vale do Jamari é uma das missões da Emater. O cacau se tornou uma ótima oportunidade de renda dentro das propriedades rurais com um valor muito bom no mercado, com preços atrativos para os cacauicultores”, concluiu.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem