"Cidade Clima da Amazônia": Vilhena realiza grande projeto de plantio de árvores para recuperar temperaturas agradáveis

Vilhena Mais Verde já acumula cerca de 500 mudas plantadas em poucos meses de atuação: projeto prevê milhares de árvores em 2022.

Porto Velho, RO - A Prefeitura de Vilhena iniciou mais uma etapa do projeto “Vilhena Mais Verde”, que já plantou cerca de 500 mudas de árvores nativas na zona urbana da cidade nos últimos meses. Nos últimos dias a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) realizou o plantio de 16 mudas de árvores de Ipê no canteiro central da avenida Presidente Nasser, no bairro Jardim América, realiza atualmente a colocação de mais 80 mudas no Parque Ecológico e já tem programação para alcançar a praça do Residencial Orleans em breve.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Rafael Maziero, a ação foi realizada nos locais onde já haviam espaços para o plantio, com objetivo de recompor a flora da avenida. “Atendendo uma recomendação do Ministério Público, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Secretaria Municipal de Obras realizaram o corte de algumas árvores que estavam danificando a tubulação, calçadas e meio-fio da avenida Presidente Nasser. Agora, nós realizamos a arborização desses pontos, com o plantio de Ipês amarelos, que irão ornar com os Ipês rosas já existentes na avenida”, explicou.

O projeto iniciou em novembro e deve continuar por todo o período chuvoso, renovando praças, avenidas, canteiros, parques e espaços urbanos com árvores nativas da região, com a missão de plantar milhares de árvores neste ano. Entre as espécies da região escolhidas estão Ipês (de várias cores), jambos, oitis e outras espécies nativas. As margens da BR-364, o Paço Municipal e algumas unidades de ensino já foram contemplados com o projeto. Neste sábado, 19 de fevereiro, os trabalhos serão realizados no canteiro da pista de caminhada da Av.Tancredo Neves, no Parque Ecológico e na praça do bairro Orleans.

“Pesquisas mostram que na cidade o microclima urbano de Vilhena sofreu ao longo dos anos um processo de elevação na temperatura. Com esse projeto queremos recuperar o clima agradável que Vilhena tinha há algumas décadas dentro da cidade”, comenta o prefeito Eduardo Japonês.

De acordo com os técnicos da Semma, as árvores reduzem o impacto da radiação solar e o aquecimento do solo ou das construções, diminuindo a temperatura superficial. Através da perda de água para a atmosfera, causada pela transpiração das plantas, as árvores também melhoram a umidade do ar, o que contribui para a região no período da seca, que registra muitos casos de pacientes com problemas respiratórios devido à baixa umidade do ar.


Fonte: Vilhena Notícias
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem