DER inicia estudo para pavimentar Estrada do Nazaré, no município de Ji-Paraná

 



O Governo de Rondônia, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) vai pavimentar 1,2 quilômetros e recapear um quilômetro na Estrada do Nazaré, que dá acesso à Penitenciária Agenor Martins de Carvalho, em Ji-Paraná. A obra está orçada em mais de R$ 4,5 milhões, e terá inicio após a conclusão da pista de ciclovia na RO-135 de aproximadamente três quilômetros de extensão entre a ponte sobre o rio Urupá até a rotatória do Anel Viário.

Em relação a nova empreitada do DER, o secretário regional executivo da Casa Civil, Everton Esteves afirma tratar-se de um projeto é um sonho dos servidores que trabalham na unidade prisional, e também de quem mora e trabalha nessa região. “Graças a Deus, a gente está com essa orientação do governador Marcos Rocha, que inclusive foi dada na assinatura do Termo de Cooperação do “Tchau Poeira” e “Governo na Cidade”, com a pavimentação de 63 quilômetros na área urbana da cidade, 143 km de iluminação com lead e R$ 298.555,04 (duzentos e noventa e oito mil, quinhentos e cinquenta e cinco reais e quatro centavos) para revitalização da Praça São Bernardo”, destaca.



Produtor rural, Francisco Pedro com equipe do DER

O projeto que será executado, prevê a construção de obras de arte, base, sub-base e pavimento com concreto betuminoso usinado a quente (Cbuq) na estrada do Nazaré, no estacionamento da Penitenciária Agenor de Carvalho e na rua lateral, assim que os estudos forem concluídos pela equipe do DER. “Inicialmente vamos fazer a topografia, após essa etapa a geometria no trecho que será recapeado, e juntamente com ela, daremos início aos estudos hidrológicos para construção das galerias necessárias para garantir mais segurança nessa obra, além de proporcionar aos usuários melhor trafegabilidade nessa região. Esse trecho tem um declive e uma ponta de várzea no fundo, e com esse estudo hidrológico será possível fazer as correções para execução dessa obra”, explicou o projetista do DER, Luis Flavio.

A previsão do DER, é que as obras comecem entre final de novembro e início de dezembro. Os recursos já estão assegurados. O objetivo de promover a valorização mobiliária e melhor qualidade de vida aos moradores da região e maior fluidez e segurança viária, além de impulsionar o crescimento da cidade com reordenamento do planejamento urbano.

Sobre o início das obras, Carlos Moraes, assessor técnico do DER, afirma que é uma orientação do governador Marcos Rocha, junto à diretoria geral do DER, que já determinou que a empresa contratada viesse ao local para fazer todo levantamento necessário para execução desse projeto.

As vantagens são muitas, e os benefícios são para todos, deste valorização imobiliária, segurança na trafegabilidade, qualidade de vida e o que mais tem impulsionado a economia de todo Estado que é o agronegócio. Nesta região, também habitam produtores rurais que precisam escoar seus produtos. “Estou muito otimista e confiante com a execução desse projeto. Há muito tempo estamos aguardando por essa obra. Cansamos de enfrentar poeira na seca e atoleiros, pista alagada no inverno amazônico. Muitas famílias já mudaram dessa região devido a esses transtornos. Eu não arredei o pé daqui porque sempre tive esperança e hoje, o nosso sonho está prestes a se materializar”, expõe o produtor rural, Francisco Pedro, que mora há mais de 2o anos na Estrada de Nazaré.

Postar um comentário

0 Comentários