Sitiante é obrigado a ficar de joelhos e é executado no distrito de Rio Pardo



O sitiante Sérgio de Oliveira Silva, 41 anos, foi morto com seis tiros na noite de sexta-feira (27), em um sítio, localizado na Linha 01, no distrito de Rio Pardo, em Porto Velho. Antes de morrer, o homem foi obrigado a se ajoelhar.

A esposa da vitima relatou aos policiais militares, que dois criminosos armados renderam o caseiro e a mulher dele e obrigaram o homem a informar onde estava seu patrão.

Com a arma apontada para o casal, os assassinos seguiram em direção ao local onde estava Sérgio, sua esposa e seus dois filhos. A família estava pescando em um rio que passa por dentro da propriedade e foi rendida.

Os criminosos obrigaram Sérgio a se ajoelhar na beira do rio, e tiraram a esposa, e os dois filhos do local e mandaram todos virarem de costas. Após alguns segundos, a mulher disse que ouviu os disparos.

Depois do crime todos foram levados pelos criminosos para dentro da residência e trancados no quarto. A dupla fugiu levando a carteira porta cédula do homem. Um dos filhos da vítima conseguiu pular pela janela e pediu socorro.

No local, os peritos constataram que Sérgio foi morto com seis disparos de arma de fogo, sendo três no lado direito do rosto, dois na cabeça e um no ombro.

Fonte: Rondoniagora

Postar um comentário

0 Comentários