Barco Saúde de Porto Velho conclui nova expedição com mais de 10 mil atendimentos



Com mais de 10 mil atendimentos, o Barco Saúde da Prefeitura de Porto Velho, Dr. Floriano Riva Filh, concluiu mais uma jornada de trabalho pela região do baixo rio Madeira. A expedição levou profissionais que priorizaram a imunização contra a covid-19, mas também realizaram consultas, pequenos procedimentos, exames laboratoriais, atendimento de farmácia, vacinas e tratou de casos de urgência e emergência.

As equipes retornaram a Porto Velho na segunda-feira (23) e fizeram um balanço positivo da jornada. A expedição, que foi coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e desenvolvida pelo Departamento de Atenção Básica (DAB), sob a coordenação de Fabíola Barros, iniciou no dia 15 passado e passou pelos distritos de São Carlos, Nazaré e Calama, além de comunidades próximas. Calama liderou com o maior número de atendimentos, foram 4.956. Em São Carlos foram feitos 2.615 e, em Nazaré, 2.501.

As equipes realizaram 881 consultas nas áreas de clínica geral, ortopedia, pediatria, ginecologia, psicologia, nutrição, enfermagem e odontologia.



Em outra frente de trabalho foram aplicadas a primeira e segunda dose de vacina contra a covid-19, totalizando 2.539 doses, além da imunização de 61 pessoas com a vacina contra o vírus Influenza H1N1 e H3N2, e Influenza B. Nos casos em que o paciente teve dificuldades de locomoção até o barco, a Semusa realizou o atendimento domiciliar.

Esta foi a segunda expedição do Barco Saúde pela região em menos de três meses.

GRIPE

“No caso da vacina da gripe, houve facilidade no atendimento, pois o imunizante faz parte da rotina dos moradores e está disponível nas unidades”, explicou Maria de Lourdes da Silva e Silva, enfermeira e administradora do Barco Saúde.

Para complementar os serviços em saúde foram distribuídos 1.850 vidros de hipoclorito e 3.310 preservativos masculinos e femininos, e gel lubrificante.

A expedição levou 34 pessoas, sendo 22 profissionais de saúde e 12 da equipe de apoio e tripulação. Foram parceiros nesta empreitada a Universidade Federal de Rondônia (Unir) e a Base Aérea. “Tivemos um ótimo aproveitamento. A cada viagem vamos aprendendo, entendendo as necessidades. Já estamos pensando na próxima viagem”, comemorou Maria de Lourdes, ao enfatizar que até atendimentos de urgência e emergência foram realizados.

Texto: Renata Beccária
Foto: Wesley Pontes e Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários