Bolsonaro diz que governo pode manter auxílio em 2022 se pandemia persistir



O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que o governo pode prorrogar o auxílio emergencial pago a pessoas vulneráveis e trabalhadores informais se a pandemia de Covid-19 persistir em 2022.

“A gente espera que, com o término da vacina, com a questão da pandemia sendo dissipada, não seja mais preciso isso. Mas, se porventura continuar, nós manteremos aí o auxílio emergencial”, disse o presidente em entrevista à Rádio 89 FM, de São Paulo, quando questionado sobre a possível manutenção do auxílio no ano que vem. O valor pago atualmente varia de 150 a 375 reais por pessoa.

Implantando inicialmente no ano passado, o auxílio emergencial foi renovado no início deste mês por mais três meses: agosto, setembro e outubro.

Fonte: Istoe

Postar um comentário

0 Comentários