A Polícia Federal em Vilhena deflagrou hoje a operação DESCONTO


A Polícia Federal em Vilhena deflagrou hoje, 30/07, a operação DESCONTO visando ao cumprimento de 02 (dois) mandados de busca e apreensão na residência e no escritório de um despachante na mesma cidade.

O caso gira em torno de dezenas de caminhões e reboques comprados por empresas locais e regionais com a suspensão de tributos federais dentro do programa da SUFRAMA com posterior revenda e adulteração de documentos para escapar do pagamento devido a título de IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados, COFINS – Contribuição para Fins Sociais e PIS – Programa de Integração Social.

Juntos, esses tributos podem significar desconto de até 40% do valor dos bens, sendo o PIS e o COFINS impostos destinados ao financiamento de benefícios previdenciários (aposentadorias, auxílios concedidos pelo INSS, dentre outros) e também da Saúde.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Vilhena após representação da Polícia Federal em investigação iniciada há 40 (quarenta) dias.

Após o cumprimento das ordens judiciais, a Polícia Federal procederá à análise de todo o material arrecadado nos endereços dos investigados.

Fonte: Assessoria/FotoIlustrativa

Postar um comentário

0 Comentários