Seminário de Lançamento do Referencial Curricular do Ensino Médio acontece em Porto Velho

Evento acontece até 23 de junho, no auditório da Escola Major Guapindaia, em Porto Velho

Porto Velho, RO - Acontece até quinta-feira (23) o Seminário de Lançamento do Referencial Curricular do Ensino Médio do estado de Rondônia. O evento que teve início da segunda-feira (20), é destinado às escolas de Porto Velho, e é realizado no auditório da Escola Estadual Major Guapindaia. Dentre as atividades coordenadas pela Secretária de Estado da Educação – Seduc, estão palestras, oficinas, roda de conversa e abertura para questionamentos e dúvidas sobre as novas diretrizes curriculares.

O seminário vai preparar os professores, gestores, supervisores e orientadores de escolas estaduais da Capital, bem como representantes das Coordenadorias Regionais de Educação – CRE e técnicos da Diretoria Geral da Educação, sobre as práticas pedagógicas relacionadas à implementação do referencial, a fim de dar continuidade aos trabalhos.

O Novo Ensino Médio tem por intuito aprimorar os conhecimentos dos jovens estudantes de Rondônia e está sendo implementados nos primeiros anos, nas escolas estaduais.

A diretora-geral de Educação, Irany Oliveira, comenta que implantar o Novo Ensino Médio foi um trabalho desafiador e inovador para todos da Seduc. “Agora a missão é seguir para a parte prática e se apropriar desse trabalho, para aplicar nas escolas estaduais, em todas as modalidades do Ensino Médio, por meio de troca de ideias e experiências”, pontua.

Devido às dificuldades que o ensino enfrentava, o Plano Nacional de Educação -PNE pontuou a necessidade de uma renovação do Ensino Médio. Em 2017, aconteceu o lançamento de aprovação da Lei n° 13.415/2017, que já passou por inúmeras alterações até ser ajustado e implantado no Estado. Para a titular da Seduc, Ana Lúcia Pacini, que participou das primeiras discussões, o sentimento é de satisfação pelo trabalho deveras desempenhado.

“Presenciar esse seminário é o fechamento de um ciclo do trabalho que iniciamos em 2014. É uma data muito importante para Rede Estadual de Ensino. A maioria dos Estados contratou uma consultoria externa, com valores altos, para fazer essa preparação, mas no Estado de Rondônia foi realizado pelos próprios profissionais da Seduc”, destaca.

NOVO ENSINO MÉDIO

A implementação é composta por uma parte comum e obrigatória à rede de Ensino do Estado, denominada Base Nacional Comum Curricular, e outra parte que propõe a flexibilização curricular, permitindo ao estudante a escolha da área de conhecimento e/ou formação profissional e técnica para aprofundar os seus estudos.

Diante dessas escolhas, a reformulação aproxima ainda mais a escola da realidade dos estudantes à luz das novas demandas profissionais do mercado de trabalho.

Nesse processo, o referencial curricular institui que os itinerários formativos devem ser desenvolvidos por meio das unidades curriculares: trilhas de aprofundamento, projeto de vida, eletivas e espanhol. Sendo que sua implementação acontecerá conforme a arquitetura curricular elaborada para o sistema estadual de ensino.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem