Rondônia será o primeiro Estado da região Norte a utilizar o sistema BIM; a tecnologia foi apresentada durante a Rondônia Rural Show

Apresentação do Sistema Building Information Modelling – BIM durante a Rondônia Rural Show

Porto Velho, RO - A Secretaria de Estado de Obras e Serviços Públicos – Seosp participou da apresentação do conceito Building Information Modelling – BIM, que traduzido significa: Modelagem da Informação da Construção. O conceito foi tema da vitrine tecnológica no quarto dia da 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, que está acontecendo na cidade de Ji-Paraná.

O Governo de Rondônia, por meio da Seosp irá implantar o método no corpo técnico das secretarias de Estado, buscando assim, “inserir no meio público hábito de gastar menos, entregando mais”. O Executivo Estadual já realizou a licitação de 165 licenças do BIM para utilização da metodologia. Destas, 50 licenças serão destinadas para as secretarias, e as demais ficarão com outros órgãos do Estado. Inicialmente, 15 licenças serão implementadas pelo órgão, e em breve, será disponibilizado um treinamento em etapas com as equipes.

Para a implantação do método, o Governo está investindo cerca de R$ 5 milhões de reais em soluções tecnológicas para construção, fiscalização e gerenciamento dos ativos de infraestrutura. Esta iniciativa coloca Rondônia como protagonista na implementação do BIM na Região Norte, além de gerar empregos, economia e mão de obra especializada.

“O nosso Estado será o pioneiro da região Norte a implantar a metodologia que traz vantagens e ganhos para a economia e eficiência da ordem de 30% em redução de custos de obra, até 40% de economia de tempo em elaboração de projetos, redução de aditivos de obras e projetos, simulações para projetos de infraestrutura que resultam em orçamentos com mais de 90% de assertividade. Como a Seosp é uma secretaria que desenvolve projetos e gestão de obras em todo o Estado, o método vai auxiliar os trabalhos de nossas equipes de forma mais técnica e ágil”, destacou o Secretário da pasta, Erasmo Meireles e Sá.

A metodologia BIM traz vantagens e ganhos para economia e eficiência da ordem de 30% em redução de custos de obra

Para a arquiteta da Coordenadoria de Projetos e Orçamentos – CPO, Cássia Carneiro, a aquisição do método vai revolucionar os trabalhos nas secretarias do Estado. “Rondônia está adquirindo um sistema avançado de gestão para os órgãos que necessitam ou trabalham com o desenvolvimento ou gerência de projetos de Arquitetura e Engenharia. O resultado do trabalho utilizando a metodologia BIM, certamente trará mais benefícios no âmbito social, pois o trabalho será mais ágil e assertivo. A população ganhará na qualidade e quantidade da produção dos projetos de governo”, disse a arquiteta.

SOBRE O SISTEMA

O sistema Autodesk tem como objetivo a aplicação da metodologia BIM (Modelagem da Informação da Construção) com o que há de mais avançado e integrado em programas para projetos de engenharia que cobrem todas as fases da obra, desde o planejamento e projeto até a construção e manutenção das obras de infraestrutura e edificações.

No Brasil, em 2010, o BIM iniciou sua trajetória em projetos do Exército Brasileiro, em seguida foi difundido em decretos federais que incentivam sua aplicação e melhores práticas. Como último marco notável nesse sentido, a nova lei das licitações que estabelece a preferência pela metodologia no fornecimento de projetos ao Poder Público.

O Governo do Estado de Rondônia está investindo em soluções tecnológicas para construção, fiscalização e gerenciamento dos ativos de infraestrutura que visam resultado e integração da administração pública com os cidadãos e o Estado aos Municípios, acompanhando os processos de digitalização da engenharia que se iniciam.

Todos os investimentos da implantação do método estão sendo feitos com recursos próprios do Governo do Estado.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem