Profissionais da Saúde participam da 1ª Oficina de Capacitação de Multiplicadores de prevenção ao câncer, em Rondônia

Participantes recebem informações sobre causas do câncer e como prevenir a doença

Porto Velho, RO - Nos dias 25 e 26 de maio acontece no Centro de Educação na Área de Saúde – Cetas, em Porto Velho, a primeira Oficina de Capacitação de Multiplicadores para a promoção de práticas alimentares saudáveis, atividade física e prevenção de câncer em Rondônia.

A oficina está sendo promovida pela Agência Estadual de Vigilância em Saúde – Agevisa, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde – Sesau e o Instituto Nacional do Câncer – Inca, por meio da Coordenação Estadual de Vigilância do Câncer, com a finalidade de capacitar nutricionistas, médicos e demais profissionais da Saúde, para um aprimoramento funcional quanto ao direcionamento e cuidados que estes especialistas precisam incrementar no condicionamento de pacientes que precisam de um auxílio e acompanhamento mais preciso para com os pacientes.

“O objetivo da oficina é firmar parcerias para que os técnicos da saúde tenham um olhar sensível para a prevenção do câncer. Esse encontro é fundamental para reduzirmos a incidência desse agravo no Estado de Rondônia”, destacou o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima.

No primeiro dia da Oficina, 50 participantes receberam informações sobre as causas do câncer e como prevenir a doença e ainda, informações atualizadas do Inca acerca da maior incidência e prevalência do câncer, em detrimento ao consumo alimentar (tipos de alimentos e como se alimentar ), estado nutricional, prevalência de atividade física e comportamentos sedentários que predispõe o aparecimento dessa doença.

Segundo a coordenadora do Programa Alimentação e Câncer da Sesau, Merijanny Melgar, para essa Oficina foram convidadas duas técnicas do Instituto, em que apontaram as melhores estratégicas adotadas para prevenção e controle do câncer.

“Essa é a primeiro encontro oficial de multiplicadores para capacitação de práticas alimentares saudáveis, atividades físicas e prevenção da doença em Rondônia. A finalidade é capacitar, posteriormente, todos os profissionais da saúde dos 52 municípios, onde essas oficinas serão regionalizadas”, pontuou a coordenadora.

“O desafio é fazer com que a população e o profissional de saúde entendam que há possibilidade de prevenir o câncer e que traga para a sua prática de trabalho o tema”, destacou a nutricionista da Área Técnica de Alimentação, Nutrição, Atividade Física e Câncer do Inca, Luciana Grucci.

De acordo com a coordenadora da vigilância de câncer de Rondônia, Rose Britto, a pandemia freou os trabalhos de prevenção e agora a Oficina tenta retornar as medidas do programa, para poder levar mais instruções e cuidados aos pacientes que apresentam esta doença.

“Nesse evento, nutricionistas e demais profissionais da saúde serão capacitados a estimular atividades físicas, nutrição saudável e prevenção. A maior parte das doenças não transmissíveis leva um tempo para aparecer e se adotarmos hábitos de vida saudável, já é uma forma de prevenir”, destaca a coordenadora Estadual das Doenças Não Transmissíveis da Agevisa, Gerleide Monteiro.

PREVENÇÃO

O câncer é considerado uma Doença Crônica Não Transmissível – DCNT e passível de prevenção. Contudo estima-se que quase 625 mil novos casos desse grupo de doenças devem surgir no período de 2020 a 2022. Em 2018 ocorreram aproximadamente 214 mil óbitos.

Estudos apontam que a aderência às recomendações para a prevenção desse grupo de doenças por meio da alimentação saudável, prática de atividade física e peso corporal adequado, podem reduzir em 10% a incidência e em 61% a mortalidade por todos os tipos de cânceres.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem