Pré-candidato Jaime Bagattoli vai à Rondônia Rural Show ouvir demandas do setor produtivo



Porto Velho, RO - O pré-candidato ao senado, Jaime Bagattoli (PL), confirmou presença na abertura da 9° edição da Rondônia Rural Show, que acontece de 23 a 28 de maio em Ji-Paraná. Produtor rural na região Sul do Estado, Bagattoli defende maior apoio aos pequenos produtores e a valorização do setor produtivo, mola propulsora da economia no Estado.

No agro, Jaime Bagattoli iniciou de forma tímida ainda na década de 90, quando o setor madeireiro passou por dificuldades. Hoje, possui forte atuação na agricultura, pecuária e armazenamento de grãos, com áreas produtivas no Cone Sul de Rondônia.
Bagattoli conhece muito bem o setor produtivo de Rondônia, principalmente as dificuldades e gargalos de quem produz, como o alto custo do escoamento da produção nas rodovias de Rondônia.

"Cerca de 65% do transporte de cargas do Brasil passa pelas rodovias. A BR-364 é a mais importante do Estado, por onde trafegam cerca de 700 caminhões e carretas diariamente.

A falta de manutenção e cuidado aumenta custo de transporte e, consequentemente, o preço dos produtos. Defendo a privatização da BR-364 e com ela a redução do custo do transporte".

Quem também tem a defesa do pré-candidato é o pequeno produtor, maior responsável pelas lavouras brasileiras. Nos três meses deste ano, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), registrou 167 mil pessoas trabalhando em setores como agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura. Aumento de 10,3% em comparação com o último trimestre de 2021.

"A agropecuária em Rondônia é atividade predominante. A maior parte das nossas lavouras são dos pequenos produtores que possuem pouco incentivo para plantar e colher. Precisamos criar maneiras de fomentar o setor e auxiliar esses trabalhadores, assim estaremos valorizando quem coloca o alimento na nossa mesa", defende Bagattoli.

Jaime Bagattoli confirmou que estará na Feira nos dias 23 a 25 de maio. Vai visitar os expositores, ouvir as principais demandas do setor e saber das novidades para a industrialização do estado. Na programação, consta exposições, cursos e palestras sobre o tema, sendo uma delas no Espaço Empresarial Internacional da Feira.

"A industrialização de Rondônia é necessária. Para isso, precisamos batalhar pela reforma tributária no Brasil. É o que vai garantir oportunidade para que as empresas invistam em nosso estado, sem sofrer impactos com uma carga tributária que não existia", pondera.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem