Equipe da Sepog visita instituições reconhecidas como modelo na implementação inovadora de gestão de políticas públicas

Equipe de Rondônia visitaram os estados, em busca de melhores práticas de gestão de políticas públicas

Porto Velho, RO - Com o objetivo de buscar referência para implementar melhores práticas de gestão em Rondônia e avançar na qualidade dos serviços prestados; gestores e técnicos da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão – Sepog, concluíram na úlitma semana, uma agenda de visitas técnicas a instituições dos estados de Santa Catarina e Ceará, reconhecidas como modelo na implementação de iniciativas inovadoras de gestão.

Em Santa Catarina, a equipe rondoniense, formada pela coordenadora de Desenvolvimento e Políticas Públicas – CDPP, Valéria Moreno; a especialista em Políticas Públicas, Jhennifer Nalim; e a analista de sistemas, Ariane Dias, teve a oportunidade de conhecer, in loco, como funciona o modelo de gestão por Indicadores de Desempenho utilizado pela Secretaria de Estado da Administração – SEA. O modelo norteia os resultados do Executivo no âmbito da melhoria da gestão, do investimento em Infraestrutura e Mobilidade, e da geração de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Social.

A coordenadora, Valéria Moreno, explicou que a metodologia utilizada pela Coordenação de Gestão de Resultados da SEA, foi a Multicritério de Apoio à Decisão – Construtiva (MCDA-C). O modelo consiste em uma ferramenta de auxílio à tomada de decisão em um contexto multicritério e que se propõe buscar, uma solução que melhor se enquadre nas necessidades do decisor e no contexto decisional como um todo.

Ela ressaltou ainda que a responsabilidade de elaborar o Planejamento Estratégico de Rondônia passa pela Sepog e que, dessa forma, a busca de instrumentos e modelos de referência representa o interesse do Estado em desenvolver um plano realmente exequível e que atenda às necessidades do cidadão.

“O planejamento vai além do plano em si. Existe uma série de etapas que influenciam de forma significativa o resultado dos projetos na sociedade. É preciso utilizar ferramentas e instrumentos de monitoramento e avaliação, por exemplo, entre outras ações”, ressaltou Valéria.

No estado do Ceará, o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica – Ipece, também foi uma das instituições selecionadas pela equipe de Políticas Públicas da Sepog como referência e recebeu o gerente de Desenvolvimento e Políticas Públicas – GDPP, Nickson Neres, e os especialistas de políticas públicas, Luciano Matos e Ronaldo Ribeiro.

O órgão é referência na geração de estudos, pesquisas e avaliação de políticas públicas, ações que também fazem parte das atribuições da Sepog em Rondônia. “Com a bagagem de conhecimento adquirida, vamos alinhar o desenvolvimento de melhorias e adaptá-las à realidade do Estado para que a gestão dos projetos de Políticas Públicas tenham resultados cada vez mais efetivo”, destacou o gerente Nickson Neres.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem