Agevisa promove busca ativa na Rondônia Rural Show para cadastrar produtor no "Praissan"

Equipe da vigilância sanitária estadual realiza busca ativa nos estandes de agricultores

Porto Velho, RO - Na 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, os fiscais sanitários da Agencia Estadual de Vigilância em Saúde – Agevisa realizaram uma busca ativa nos estandes da agricultura familiar para orientar e assessorar o produtor a fazer parte do Programa de Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária – Praissan. O programa foi instituído pelo Governo de Rondônia, por meio da Agevisa, com o objetivo de simplificar o processo de regularização sanitária junto aos Microempreendedores Individuais – MEI, Empreendimentos Familiares Rurais – EFR e Empreendimentos Econômicos Solidários – EES, além de contribuir com a melhoria das condições sanitárias dos produtos e serviços ofertados.para o produtor rural.

O diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima, falou que “a ação governamental promove a adoção de práticas voltadas à regularização e à qualificação dos processos produtivos desenvolvidos pelos fabricantes, simplificando e racionalizando processos de formalização das atividades desses empreendimentos junto à vigilância sanitária. O caminho é da desburocratização do processo do início e de encerramento das atividades econômicas que estão sujeitas à regulação sanitária”.

ORIENTAÇÃO

A equipe da Agevisa, composta pelos fiscais sanitários, Amarildo Andrade, Edna Bezerra e Vanessa Alves, visitou dezenas de estandes de produtores rurais prestando assessoria no processo de regularização para abertura de empresa. “Com a inclusão, o produtor aprimora o processo de trabalho usando a forma adequada para elaboração do produto, inclusive é oferecido um curso de Boas Práticas em serviços de produção de alimentos”, disse Amarildo Andrade.

Uma das vantagens do programa é a regularização do empreendimento quanto à situação sanitária. Segundo, Edna Bezerra, a inclusão gera credibilidade para comercializar em todo o território nacional e abre portas para o exterior. “Também contribui com o crescimento econômico, gerando empregos, facilita a entrada do produto nos comércios (que são exigentes na aquisição) e o produtor sai da informalidade criando mais oportunidade de lucro”, explica a fiscal.

Produtor de Theobrom, Jonas Pereira, aderiu aos critérios no Praissan

Para Vanessa Alves, a grande participação de produtores na 9ª Rondônia Rural Show Internacional proporciona um ambiente ideal para inclusão no Praissan de produtores que trabalham com produtos de origem vegetal. “A nossa equipe conseguiu em três dias de feira realizar uma busca ativa em dezenas de estandes e orientar os empreendedores rurais para saírem da informalidade”.

ORIENTAÇÃO

O produtor do município de Theobroma, Jonas Pereira de Carvalho, teve que obedecer aos critérios de boas práticas estabelecidos no “Praissan”. A história dele começou ao receber um convite para participar de uma feira de agronegócio do Governo de Rondônia, onde foi convidado a participar do programa como forma de regularizar e adequar o seu produto para o mercado formal.

“Fomos orientados a colocar o selo do “Praissan” em nossa embalagem de café, então procuramos a Agevisa para saber como adquirir. Foi rápido, recebemos até a visita da equipe da agência em Theobroma. Deu tudo certo, fizemos o que nos foi orientado como boas práticas e adquirimos o selo o ano passado. Tivemos uma aceitação maior; expandimos nossas vendas e podemos expor um produto de qualidade certificada”.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem