“Não retiro uma vírgula”, diz Jabá ao falar sobre Vasques e anunciar que irá recorrer de nova condenação judicial



Porto Velho, RO - “Não retiro uma vírgula das verdades ditas. Pode ter certeza que a verdade, com o tempo, a nossa gente irá entender e verá quem é esse elemento”. Com essas palavras, o ex-vereador Mario Angelino Moreira, conhecido como “Jabá Moreira”, anunciou que irá recorrer da decisão judicial que o condenou por supostas ofensas contra o ex-candidato a prefeito Marco Aurélio Vasques, em Cacoal.

É a segunda condenação do ex-parlamentar pelo mesmo motivo, tendo sido condenado criminalmente pela juíza Anita Magdelaine Pérez Belem, em 10 de março (leia mais AQUI e AQUI).

Em mensagem enviada ao Extra de Rondônia na manhã desta terça-feira, 5, Jabá informou que não foi intimado ainda do processo, mas que “não vou nunca deixar de falar quem é esse elemento”.

O ex-parlamentar criticou Vasques ao fazer uma espécie de “histórico” de vida política do ex-candidato a prefeito de Cacoal. “Eu não fui intimado ainda desse processo e não vou nunca deixar de falar quem é esse elemento. Perdeu a eleição em 2016, foi trabalhar para um pessoal honesto pra caramba em Vilhena; depois volta em 2020, vende a vice-candidatura do DEM, para a ex-prefeita Glaucione da operação ‘Reciclagem’, e, no outro dia, vai para Ji-Paraná, trabalhar para o prefeito ‘Reciclagem’ também de lá, como secretário de saúde dele. Dias depois, a Polícia Federal e o Ministério Público colocam os corruptos na cadeia. 

Aí ele volta para assumir o lugar da ex-prefeita ‘Reciclagem’ Glaucione na campanha com o nome da coligação ‘Cacoal seguindo em frente’. Só se fosse para o aterro sanitário né, segundo a PF e MP? Aí, hoje, ele está se articulando com ex-deputado condenado na operação ‘Dominó’ e ex-senador cassado por corrupção. 

E eu que sou errado? Diga com quem andas, que direis quem você é. Não retiro uma vírgula das verdades ditas. Pode ter certeza que a verdade, com o tempo, a nossa gente irá entender e verá quem é esse elemento”, disse, textualmente.

Fonte: Extra de Rondônia


Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem