Igreja Assembleia de Deus se prepara para apresentação de Musical A Paixão de Cristo, em celebração da Páscoa


Porto Velho, RO - Teve início na última segunda-feira os ensaios e preparativos para a realização do Musical “A Paixão de Cristo”, que será celebrado no próximo dia 14 de abril, às 19h30, no templo sede da Assembleia de Deus de Cacoal.

De acordo com os organizadores, o objetivo desse evento é levar um emocionante musical que transmitirá aos participantes uma mensagem de fé e de esperança de uma vida melhor com a presença de Deus.

Haverá um cuidadoso repertório, selecionado pelos organizadores, que trará às mentes e corações a lembrança da jornada de Cristo por Jerusalém nos dias prévios ao seu calvário e depois contará um pouco sobre a sua ressureição, fato este que é um marco na vida da cristandade, por oferecer o verdadeiro sentido da Páscoa.

O Musical “A Paixão de Cristo” traz como mensagem principal a observação de que a cruz não foi o fim para Cristo e seus discípulos, de outrora e de hoje, mas um meio pelo qual abriu-se o portal da salvação para todos que por ele queiram ingressar. Páscoa, portanto, é a celebração da ressureição, a vitória sobre a morte.

A extraordinária ressureição de Cristo foi um acontecimento que nos mostrou que a morte de qualquer um de nós, crentes em Jesus, é apenas uma transição de uma vida terrena e mortal, para um futuro glorioso e eterno.

O pastor Sérgio Pereira, que é o presidente das Assembleias de Deus no campo de Cacoal (sede e congregações), deu seu total apoio à organização desse evento e está entusiasmado com o projeto. A Páscoa tem sua origem no Antigo Testamento, mais especificamente em Êxodo 12.1 a 14, que conta a história do povo de Israel, a quem destinou-se a primeira páscoa: “Os judeus eram escravos e estavam sem rumo, mas Deus deu aos seus líderes Moisés e a Arão uma missão: instaurar a celebração da Páscoa como símbolo de gratidão a Deus por tirá-los do cativeiro”.

Nesse aguardado Musical, os participantes poderão celebrar a Páscoa que teve início quando Cristo reuniu-se em um Cenáculo com os seus discípulos em despedida antes de sua morte e ascensão ao trono do Pai.

“A Páscoa, para os judeus, representou um grande livramento, pois todos os primogênitos morreriam naquela noite de que relata a Bíblia em Êxodo, mas o anjo da morte não entrou nas casas que tinham o sangue do cordeiro em suas portas. Alegoricamente, a Páscoa Cristã nos remete à salvação que só é possível com a aspersão do sangue de Cristo nos umbrais de nossos corações”.

“Páscoa, em hebraico, significa ´passagem´. É também a celebração do fim da escravidão e o início de uma nova vida! Celebrar a Páscoa, para nós cristãos, representa uma lembrança do sacrifício de Jesus Cristo que se permitiu ser entregue e padecer na cruz para proporcionar a remissão de pecados de quem aceitar esse gesto de amor incondicional do Salvador. A ressureição foi o sinal de que faltava para apontar-nos que a morte física não é nada mais que uma simples transição do plano terreno e moral, para o plano de salvação eterna”.

De acordo com os organizadores, o Musical, portanto, além de nos proporcionar momentos de louvor para enlevar almas e corações contritos, também será um momento de revisitarmos os fatos marcantes do povo de Deus ao longo dos séculos.

Musical será realizado no templo sede, em 14 de abril de 2022

Fonte: Informações da Assessoria de Comunicação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus/ Tribuna Popula
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem