“Confúcio tem uma sensibilidade muito parecida com a nossa”, diz presidente do PT ao confirmar possibilidade de aliança para as eleições


Anselmo de Jesus relembrou que o partido colaborou com o governo Confúcio em Rondônia durante seus dois mandatos

Porto Velho, RO - Em uma entrevista concedida à imprensa nesta semana, o presidente estadual do PT em Rondônia, o ex-deputado federal Anselmo de Jesus, confirmou que o partido pode caminhar junto como o senador Confúcio Moura, que é novamente pré-candidato ao Governo do Estado. Anselmo foi enfático ao dizer que o pré-candidato tem a sensibilidade dos petistas. Anselmo disse que o nome de Confúcio poderá passar com facilidade entre os petistas rondonienses para uma provável aliança visando as eleições do ano que vem.

Em que pese o fato de o MDB (partido de Confúcio) ter ocupado posição de proa no processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), os correligionários em Rondônia, pelo visto não estão misturando as coisas. O comandante da legenda no Estado relembrou o episódio e reiterou que o partido, em Rondônia, também não é “chegado” ao MDB.

Confúcio Moura foi Governador de Rondônia entre 2011 e 2018 e durante todo esse período o PT esteve no Governo do emedebista. Outros nomes também estão sendo insuflados pelo PT no Estado. 

O ex-professor, Daniel Pereira (que ocupou o cargo de Governador por alguns meses, após renúncia de Confúcio, que deixou o mandato para concorrer a Senador da República) também é cogitado como provável candidato. Daniel está no Solidariedade. Outro nome em análise é o do ex-prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires, que atualmente está no Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Mesmo tendo os nomes mencionados pelos petistas, Daniel Pereira e Jesualdo Pires são pré-candidatos ao senado.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem