Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta quarta 1/12

Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta quarta (1/12)


Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta quarta-feira, 1º de dezembro, de acordo com cada signo

(crédito: Pixabay/Reprodução)

Porto Velho, RO - O sofrimento, com certeza, não se mitiga com frases motivadoras, chega uma hora em que essas cansam e começam a se tornar ofensivas, reduzindo a complexidade do sofrimento a uma fórmula entusiasta. E isso é assim, porque de alguma forma tua alma sabe que o sofrimento só passará quando tiver sido vivido até a exaustão, não lhe restando sequer um suspiro para continuar existindo.

Nenhuma ciência explica o porquê de sofrermos tanto, nem tampouco tem sentido que um reino inteiro da natureza passe tanto tempo sofrendo. O maior cuidado que precisamos ter é com a generosa distribuição do sofrimento através dos relacionamentos, pois, uma coisa é nos apegarmos e confortarmos em nosso sofrer, outra diferente é encerrar nele as pessoas com que nos relacionamos.
ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Tudo é muito intenso e denso também, difícil de administrar, porque não se trata de assuntos objetivos e evidentes, mas de correntes emocionais profundas que tomam sua alma por assalto e a deixam perplexa. Assim é.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Se você observar com atenção a natureza e dinâmica dos seus relacionamentos, acabará aprendendo muito a respeito do valor que sua alma dá a si mesma, porque os relacionamentos são uma transferência desse valor.
GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Muitas mais potencialidades poderiam ter sido desenvolvidas, sua alma sabe bem disso, mas, como sempre, um ar de preguiça melancólica acabou substituindo o tempo da ação. Procure ir reduzindo isso todos os dias.
CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

É insuficiente sobreviver, a alma quer mais, muito mais, porém, nem sempre se dão as condições para esse voo maior e, assim, dia após dia, sendo menos do que poderia ser, acaba se avolumando um desânimo inútil.
LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

O sossego não depende do lugar em que você estiver, que pode eventualmente ajudar um pouco, mas do estado de ânimo em que você se encontrar, de modo que, apesar do barulho e dificuldades, sua alma permaneça em paz.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Mantenha a bola no jogo, mesmo que por um tempo sua alma se sinta perdida e incompetente, porque essas coisas acontecem, à revelia de todo o esforço que se faz diariamente para manter o controle sobre tudo.
LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Cuide dos seus interesses sem, no entanto, negligenciar o cuidado dos vínculos que não estejam ligados, necessariamente, a nada que envolva recursos. Cuidar dos seus interesses não é o mesmo que desvalorizar outras coisas.
ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Tomar iniciativas é muito bom, porque dá nos nervos ficar esperando algo acontecer. Cuidar para que essas iniciativas sejam minimamente cabíveis é melhor ainda, para que os resultados sejam satisfatórios.
SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Faça o melhor com o pouco que seja possível agora, porque mesmo que a realidade não tenha a magnitude que deixaria sua alma feliz, ainda assim não será tão ruim para desidratar o humor e azedar o ambiente. Nada disso.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)
Costure seus sonhos com a realidade, porque, mesmo que o cenário não seja o melhor dos mundos, ainda assim você, pelo menos, entra em contato com gente interessante, que futuramente servirá para seus propósitos.
AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Com tanta coisa para fazer, não seria interessante você permanecer na dispersão, como se houvesse todo o tempo do mundo. De fato, o tempo é fragmento da eternidade, mas, aqui e agora, isso não é perceptível.
PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Amplie sua percepção, inclua em seu entendimento alguns tópicos que, até não muito tempo atrás, teria parecido inconcebível você aceitar. Nada melhor do que ampliar o entendimento para superar preconceitos decadentes.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem