Governo de Rondônia realizará Fórum Estadual de Prefeitos e Vereadores em Porto Velho


Fórum tem como objetivo alinhar as ações realizadas em parceria entre Governo de Rondônia e municípios

Porto Velho, RO - O Governo de Rondônia, por meio da Casa Civil, vai realizar no dia 17 de novembro o 1º Fórum Estadual de Prefeitos e Vereadores. O encontro tem como objetivo alinhar as ações realizadas em parceria entre o Poder Executivo e municípios, bem como apresentar projetos municipalistas em andamento e debater caminhos mais céleres na busca de recursos e gestão de projetos. O evento vai acontecer o dia todo, sendo específico para gestores públicos e membros da Assembleia Legislativa e Câmaras de Vereadores.

O evento acontecerá em Porto Velho e em sua programação constam palestras de convidados como, por exemplo: o diretor Agência de Promoção de Investimentos do Estado de Minas Gerais (INDI) Adriano Carvalho, que tem em seu currículo o caso de sucesso do município de Extrema (MG), sendo um dos responsáveis pela multiplicação do Produto Interno Bruto (PIB) municipal em 14 vezes, tornando-o referência econômica no Estado de Minas Gerais.

Os secretários e superintendentes de Rondônia também estarão presentes no Fórum para apresentarem e debater benefícios que estão em tramitação e recursos disponíveis aos municípios. Uma equipe da Secretaria Especial de Assuntos Federativos (SEAF) da Presidência da República também deve participar do encontro com a finalidade de ampliar o foco de discussão e alinhar as ações do Governo Federal destinadas aos municípios rondonienses.

Para participar, o gestor deve entrar em contato com a Coordenadoria de Assuntos Municipais da Casa Civil, por meio do número (69) 9 8491-4708, solicitar o link de inscrição e se inscrever gratuitamente.

De acordo com o secretário-chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, “trata-se de um momento importante para o desenvolvimento do Estado de Rondônia, pois teremos a chance de conhecer de perto as responsabilidades de cada um na captação e gerenciamento de recursos e principalmente entender a realidade da administração pública”, comentou o secretário.


Postar um comentário

0 Comentários