Três suspeitos são mortos em confronto com a polícia na zona rural



Três jovens foram mortos após trocarem tiros contra guarnições da Polícia Militar (PM), na noite de terça-feira (26), no Travessão B-40, zona rural de Ariquemes (RO). A PM diz que o Núcleo de Inteligência já vinha monitorando um dos rapazes e suspeita que o grupo iria praticar um assalto no momento que foram interceptados pela guarnição.

Os três mortos foram identificados como:

Caio Silveira de Prado (23 anos)
Claison Silvia Macedo (20 anos)
Tiago Alves de Souza (24 anos)

Segundo boletim de ocorrência registrado pela PM, o Núcleo de Inteligência (NI) vinha monitorando um jovem chamado Lucas Santos, pois o mesmo era foragido do Sistema Prisional. Na noite de terça-feira, a PM recebeu a informação que Lucas iria realizar um assalto na zona rural e iria usar no crime uma pistola calibre 9mm e um revólver calibre 38.


Ainda conforme relato do denunciante à polícia, Tiago Alves Santos — motorista de um carro de aplicativo de Ariquemes — é quem iria levar Lucas e os comparsas até o local do assalto.

Após o carro de aplicativo deixar a área urbana de Ariquemes, o motorista Tiago iniciou viagem pela BR-421, sentido Monte Negro (RO), e nesse momento duas guarnições da PM passaram a seguir o veículo. Na ocasião, a polícia notou que carro onde estava o grupo era acompanhado por uma motocicleta roubada.

Em certo momento, o carro e a moto entraram no desvio do Travessão B-40 e uma viatura da PM ultrapassou a motocicleta com o intuito de abordar o carro de aplicativo. Enquanto isso, a segunda viatura abordava a motocicleta.

Segundo a PM, foi dado voz de parada ao carro, porém o motorista apenas diminuiu a velocidade e se deslocou mais alguns metros, sendo impedido pela viatura de continuar o percurso. Nesse momento, o passageiro da frente do carro desceu do veículo e passou a atirar contra os policiais.

A PM revidou aos disparos e viu um dos suspeitos entrando no meio da pastagem, que então passou a ser perseguido pela guarnição do Tático 01.

Enquanto isso, a guarnição do Núcleo de Inteligência parou praticamente ao lado da outra viatura e então o segundo passageiro do veículo desceu e passou a efetuar disparos contra a guarnição do NI, que revidou. Com a troca de tiros, o passageiro correu e também entrou na pastagem.

Durante o confronto, de acordo com a PM, o condutor da motocicleta, Claison Silvia Macedo, tentou fugir com o veículo e acabou caindo. Enquanto ainda estava deitado no chão, o suspeito sacou um revólver calibre 38 para atirar na PM e a guarnição efetuou disparos, que acertaram Claison.

Após a troca de tiros, os policiais se aproximaram do veículo pela lateral e, ao abrirem a porta traseira, viram uma mulher no interior do veículo e que ela gritava em estado de choque.

Um dos policiais então tirou a mulher do interior do veículo e nesse momento o sargento da guarnição percebeu que o motorista do carro, Tiago Alves de Souza, estava com uma arma de fogo em punho, pronto para atirar, e a PM então efetuou novos disparos. Nesse momento o veículo começou a descer a ladeira de ré, na direção de outros policiais.

Segundo a PM, o veículo desceu aproximadamente 50 metros e chegou a bater no retrovisor esquerdo da viatura, indo então parar em um barranco.

Os policiais então se aproximaram com cautela, abriram as portas e viram o motorista Tiago já aparentando estar morto e também um terceiro passageiro deitado no banco traseiro, também aparentando estar sem sinais vitais.

O Samu foi acionado até o local e constatou o óbito dos dois suspeitos que estavam no carro, sendo o motorista Tiago e o passageiro Caio. Em posse do motorista Tiago foi encontrado um revólver calibre 38 com quatro munições, sendo três deflagradas.

A equipe do Samu então socorreu a mulher retirada do carro e também Claison, condutor da motocicleta, que foi baleado pela PM. No entanto, após chegar na UPA de Ariquemes, Claison acabou não resistindo aos ferimentos.

Ainda segundo a PM, os outros dois suspeitos que fugiram pela pastagem não foram alcançados e estão foragidos.

Postar um comentário

0 Comentários