PEC 101 que garante plano de saúde a sucanzeiros intoxicados pelo DDT é aprovada na CCJ da Câmara

Porto Velho, RO - Resultado da intervenção e mobilização sindical, principalmente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO, foi aprovada nesta quarta-feira, dia 20/10, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, a PEC 101/19, que trata da concessão de plano de saúde aos servidores da extinta Superintendência de Campanhas de Saúde Pública (Sucam), contaminados por Dicloro-Difenil-Tricloroetano (DDT) e outros inseticidas no exercício das atividades profissionais.



A proposta de autoria do deputado Mauro Nazif (PSB – RO) e relatória da deputada Perpétua Almeida (PCdoB – AC), beneficiará servidores da extinta Sucam, admitidos até 31 de dezembro de 1988, que tiveram contato com o inseticida DDT ao exercerem os cargos de agente de saúde pública, guarda de endemias, motorista e condutor de lanchas, no combate ao controle da malária, chagas e outras endemias.



Em entrevista a Rádio Web Sindsef, logo após a aprovação na CCJ, o presidente do Sindsef/RO, Mário Jorge Sousa de Oliveira, os diretores Abson Praxedes e Almir José da Silva, o Secretário-Geral da Condsef/RO, Sérgio Ronaldo e deputado federal Mauro Nazif falaram sobre a atuação fundamental que os representantes da Comissão Nacional dos Intoxicados realizaram durante toda semana em Brasília para que a PEC fosse a votação e ainda informaram aos ouvintes sobre a importância dessa primeira vitória na Câmara e as próximas etapas que a PEC 101 seguirá, da tramitação na Comissão Especial até a votação em Plenário.

“Tivemos uma grande vitória hoje na CCJ, e essa vitória veio de Rondônia, dos Sucanzeiros e do SINDSEF, no nome do Abson Praxedes e do Almir José Silva, que construíram este momento. E reforço aqui que a União tem o dever de conceder o benefício do plano de saúde a estes trabalhadores, para que possam viver suas vidas de forma digna, após terem realizado uma importante missão na saúde proteção do povo brasileiro”, disse o deputado Mauro Nazif.

Assista o vídeo da aprovação na integra: 

Postar um comentário

0 Comentários