O MUNDO PAROU: Facebook, Instagram e Whatsapp em pane revela o poder das redes sociais nas nossas vidas


Com queda global do Facebook, fortuna de Mark Zuckerberg diminui US$ 10 bi em horas - MSKTV/Facebook.

Empresas, indústrias e comércio eletrônico pelo Brasil e o Mundo suspenderam as suas atividades. Prejuízo calculado chega a 10 bilhões de dólares para o todo poderosos dono do grupo de comunicação Facebook, Instagram e o whatsapp. É a primeira vez que o maior grupo de comunicação do planeta para por tanto tempo. Empresas, indústrias e comércios tiveram suas atividades suspensas. No Brasil aproximadamente 65% das atividades comerciais tem ligação direta e indireta com uma dessas mídias sociais. 

A nossa dependência das Redes Sociais é extremamente imensurável. A pane no WhatsApp, Facebook e Instagram nesta segunda-feira, 04 de outubro, revelou-nos que não podemos sobreviver em sociedade sem a comunicação das mídias digitais, algo impossível e imaginário de se pensar. Antes era possível, lá trás, nas décadas passadas, sobreviver sem tudo isto porque o Mundo era mais lento, dependia do movimento das pernas, dos braços, da máquina de datilografia, do computador conectado à linha de telefone, do bom e velho zipmail, da ligação do celular, enfim conseguíamos sobreviver. Hoje não mais! O mundo criou um cordão umbilical nas mídias sociais.

A TV perdeu de longe o espaço para o celular. Ela, a TV fica lá ligada, porém a gente fica de olho no celular vendo as imagens do Instagram, as fofocas no Facebook e as conversas nos grupos de WhatsApp. Esta segunda-feira mostrou que o Mundo não é mais o mesmo sem as Redes Sociais.

A instabilidade nas redes sociais afetou a principal fonte de renda de empreendedores que atuam diretamente com comércio eletrônico nesta segunda-feira. A pane nas plataformas digitiais das empresas Facebook que compreende o próprio Facebook, o instagran e o whatsapp afetou desde o pequeno comércio até as grandes indústrias. No Brasil, a comunicação basicamente passa pelo whatsapp, quase ningúem mais adota o velho jeito de ligar pelo celular a não ser através das chamadas do whatsapp. O whatsapp se tornou o principal instrumento de comunicaçãod o Mundo. Com ele se agenda reuniões, comuncia-se com amigos e familiares, faz pagamento de boletos, estabelece metas por grupos de trabalho; enfim o Brasil e o Mundo praticamente pararam sem esta poderosa arma da comunicação digital.

“Eu estava com uma promoção esses dias na minha lojinha, então estava recebendo uma quantidade maior de pedidos. Essa pane com certeza vai me afetar financeiramente”, relata Marina. Sem sombras de dúvidas é o maior blackout ou pane de sua história. Desde 11 horas da manhã desta segunda-feira todas as plataformas digitais vinculadas ao Grupo Facebook apresentava instabilidade. A partir das 12 horas a situação piorou e parou em todo o planeta.


O whatsapp é o meio de comunicação mais utilizado no planeta e envolve mais de 3 bilhões de pessoas pelo Mundo.

O oficial-chefe de tecnologia do Facebook, Mike Schropfer, publicou um pedido de desculpas aos usuários pouco antes das cinco da tarde, quando o serviço da rede social e de seus aplicativos WhatsApp e Instagram estavam fora do ar há mais de quatro horas.

Segundo o executivo, houve impactos classificados como 'erros de rede'. A questão é que o Facebook é o gestor do seu DNS e dos seus aplicativos. Não utiliza uma empresa, como aqui no Brasil há o NIC.br. Isso significa que uma atualização mal sucedida ou um erro grave nos principais servidores das redes sociais ocasionou a maior paralisação da história da rede social.

A falha generalizada no acesso mostra para os usuários uma mensagem de erro no domain name system (DNS) - a tecnologia que liga o endereço usado para se chegar aos sites internet protocols (IPs) dos servidores correspondentes que hospedam o conteúdo das páginas. A paralisação já é a maior da história do Facebook e trouxe um prejuízo imediato de US$ 7 bilhões no valor das ações da empresa.

O Mundo parou por algumas horas. Até as notícias pararam de circular, pois sem as Redes Sociais, não há impulsionamento da informação. São as Redes Sociais que movimentam bilhões de pessoas por detrás de uma tela de celular. 

Nós entramos no túnel do tempo sem as Rede Sociais: Impossível viver sem elas!

Fonte: Jornalista Victoria Bacon 

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem