Rondônia recebe nova remessa com 57 mil doses de vacinas contra a covid-19 do Ministério da Saúde

 

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), recebeu do Ministério da Saúde (MS), neste sábado (18), na Central Estadual da Rede de Frio, em Porto Velho, mais uma remessa de imunizantes contra a covid-19, que serão distribuídos às Regionais de Saúde do Estado.

O lote, contendo 57 mil doses de vacinas CoronaVac, vai contemplar a 1ª e a 2ª doses para imunizar a população igual ou superior a 18 anos, prevista no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO).

Serão destinadas 11.360 doses de imunizantes para a Regional de Ji-Paraná; 5.460 para a Regional de Cacoal; 5.060 doses para a Regional de Vilhena; 8.880 para a Regional de Ariquemes; 5.440 para a Regional de Rolim de Moura e 20.800 para a Regional de Porto Velho.

Com as doses recebidas neste sábado (18), Rondônia contabiliza o montante de 2.096.088 doses de vacinas contra a covid-19, recebidas do Governo Federal, sendo:

  • CoronaVac: 721.648;
  • AstraZeneca: 687.400;
  • Pfizer: 651.690;
  • Janssen: 35.350

Sobre a quantidade de vacinas enviadas pelo Governo Federal a Rondônia, o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório, acentua que são dados expressivos, onde a população é a principal beneficiada com os imunizantes, tendo a saúde protegida. “Com a imunização completa da população, a pandemia será extirpada do nosso meio e teremos uma vida normal, voltando a fazer nossas atividades rotineiras, sem preocupação da contaminação do coronavírus”.



Gilvander Gregório ressaltou a necessidade da população completar ciclo de vacinação

Gregório alertou a população sobre o ciclo de imunização, que deve ser concluído com as duas doses da vacina. “Todos devem se preocupar com a pandemia, pois quem tomou a 1ª dose, busque tomar a 2ª dose e quem precisa tomar a dose de reforço, verifique o cartão de vacinação para ter a imunização completa, conforme orientações do Ministério da Saúde”.

O diretor-geral da Agevisa disse ainda que o Estado continua empenhado no Plano Estadual de Aceleração da Vacina e convoca a população para completar o esquema vacinal com a 2ª dose.

As medidas de prevenção contra a covid-19 devem ser mantidas, com o uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social. Desta forma, a vacinação é uma medida preventiva para reduzir ocorrências de casos graves e óbitos.

Postar um comentário

0 Comentários