Estudantes conhecem sede do Governo de Rondônia e aprendem mais sobre atribuições do Poder Executivo

 


Estudantes do 9º ano da Escola Estadual Juscelino Kubitschek visitaram, nesta terça-feira (14), o Palácio Rio Madeira, sede do Governo de Rondônia, com a missão de conhecerem de perto as atribuições do Poder Executivo. A iniciativa faz parte do projeto ‘‘Filosofia Política: as prerrogativas e funções dos três poderes’’, que possui a primeira etapa teórica, e a segunda composta por entrevistas aos representantes dos Poderes. Desta vez o entrevistado foi o governador do Estado, coronel Marcos Rocha.

Pela primeira vez, os estudantes Luiz Felipe Almeida Lopes, 14 anos, Franciane Costa Ribeiro, 14 anos, Denise Vitória Lima Afonso, 15 anos, e Rafaela da Silva Gomes, 16 anos, conheceram as dependências do Governo e tiveram a oportunidade de conversar diretamente com o governador. Eles foram escolhidos pela comunidade estudantil para representar as quatro turmas do 9º ano, público alvo do projeto.



Luiz Felipe Almeida Lopes destaca a experiência em conhecer o governador

O governador Marcos Rocha revelou aos adolescentes, que quando jovem não havia se imaginado como político, e muito menos como governador, mas garantiu que exerce a missão com responsabilidade e atento às necessidades da população. Destacou ainda que os estudantes também devem se imaginar em cargos públicos, fazendo o que é certo, para que a sociedade seja beneficiada.

‘‘Estou muito feliz, nunca tinha tido a oportunidade de conhecer alguém tão importante na minha vida. E é uma forma diferente de conhecer os Poderes’’, conta Luiz Felipe. ‘‘É muito importante ter essa experiência para esclarecer dúvidas de como funciona o Poder Executivo’’, reforça Franciane. ‘‘Estou bem animada em conhecer mais sobre o Poder Executivo’’, revela Denise. ‘‘Só conhecia o prédio do Governo, ao passar pela frente, mas é muito bom conhecer como funciona por dentro. Eu sempre tive essa curiosidade’’, disse Rafaela.



Rafaela da Silva Gomes disse que tinha curiosidade de saber como o Governo funcionava

No gabinete do governador, cada estudante teve a oportunidade de sentar na cadeira do chefe do Poder Executivo. Local onde são tomadas as grandes decisões e assinados os documentos que impactam todo o Estado. Marcos Rocha pontuou aos estudantes algumas medidas adotadas nesta gestão como os investimentos feitos na educação com a aquisição de diversos equipamentos, a exemplo dos laboratórios de informática e de ciências; o pagamento do piso salarial aos professores equiparado ao nacional, e ainda contou orgulhoso do desempenho da educação rondoniense. ‘‘Temos a sexta melhor educação do Brasil e estamos em primeiro lugar na região Norte’’, destacou o governador.

O governador ainda ressaltou que tem adotado iniciativas de assistência à sociedade por meio da Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento (Seas), como a criação do Programa Prato Fácil que fornece refeições saudáveis, ao custo de apenas R$ 2, sendo que o Governo custeia todo o restante da despesa. Há cinco restaurantes cadastrados na Capital para fornecimento dessas refeições. Citou ainda a criação do AmpaRO, Programa de Transferência de Renda Temporária para as famílias afetadas com a pandemia. E no âmbito da educação, lembrou ainda que foi criado Cartão Alimentação Escolar que destinou recurso para famílias de estudantes em vulnerabilidade para aquisição de gêneros alimentícios.



Denise Vitória Lima Afonso disse que estava animada em conhecer o Poder Executivo

Os estudantes aproveitaram a oportunidade para fazer perguntas ao governador. Eles quiseram saber o que o Poder Executivo faz. ‘‘Nós aplicamos o recurso com responsabilidade para educação, saúde, segurança, estradas, assistência social e todas as demais áreas que precisam funcionar para atender as demandas da população. E cumprimos regras também. Por exemplo, temos que aplicar 25% do orçamento para educação e 12% para a saúde, e o restante do recurso tem que ser usado para todas as demais necessidades’’, esclareceu o governador.

Questionaram o governador também sobre como é feita a execução das leis. ‘‘Nós cumprimos as leis, pois sabemos que as regras existem para serem cumpridas e isso dentro do que é moral’’. O governador ainda aproveitou para esclarecer que o Executivo envia para o Legislativo projetos de Lei, e cabe aos deputados aprovarem ou não, e que o governo também pode criar regras por meio de decretos. E salientou que em Rondônia, há harmonia entres os três Poderes.



Franciane Costa Ribeiro aproveitou a oportunidade para esclarecer sobre o papel do Poder Executivo na sociedade

Os estudantes ainda procuram esclarecer o papel social do Poder Executivo. ‘‘É importantíssimo, pois quando se tem um governador e uma equipe de Governo trabalhando bem tudo funciona’’.

O governador Marcos Rocha explicou que assumiu o Governo quando o mesmo estava com R$ 420 milhões faltando no orçamento para cumprir o que era necessário. “Muitos acreditavam que iria faltar recurso para pagar os servidores, mas através de um trabalho focado na aplicação correta dos recursos e no desenvolvimento foi possível superar essa situação financeira negativa e Rondônia é um dos poucos estados com a situação econômica equilibrada”, pontuou o governador.

Eles também demonstraram curiosidade sobre a relação entre o Poder Executivo e os demais Poderes. Marcos Rocha deixou claro que o Governo tem primado pela transparência das ações e harmonia entre os Poderes para que haja desenvolvimento no Estado, e destacou que quando se faz as coisas do jeito certo não tem motivos para esconder o que se está fazendo.

Para o diretor da escola, Andrelino Morais de Souza, a experiência que o projeto proporciona à comunidade escolar é muito importante. ‘‘Os Poderes estão abrindo as portas para os estudantes, e eles têm a oportunidade de conhecê-los não apenas na teoria, mas na prática. Ficamos muito felizes de os alunos conhecerem como funciona a dinâmica do Judiciário, Legislativo, e Executivo. Agradecemos ao governador por nos receber. Essa é primeira vez que um governador do Estado abre as portas para receber os alunos que fazem parte do projeto. Nosso professor que criou o projeto está de parabéns, pois desta maneira o aluno não se tornará um analfabeto político, mas sim vão conhecer a política que interfere no dia a dia de cada um’’.



O professor Júnior Rangel criou projeto que ajuda os estudantes a entender como funciona os três Poderes

O professor de história, Júnior Rangel, que criou o projeto, explica que a ideia surgiu em 2019 como uma pesquisa de extensão que transformou-se em um projeto regular. ‘‘É importante iniciar os estudantes na vida política como reforço do exercício da cidadania, e assim a nossa proposta é levá-los a conhecer o que cada poder faz, prerrogativas, extensões e funções de cada um. E entender a divisão dos Poderes, e quais as habilidades e competências devem ter os membros do Legislativo, Executivo e Judiciário. A política faz parte da nossa vida, não entender e não participar dela, é deixar ser governado por outros’’, conta.

Para o secretário de Estado da Educação (Seduc), Suammy Vivecananda, a iniciativa precisa ser ampliada para as demais escolas diante da importância que o projeto possui para a comunidade estudantil. ‘‘É um projeto de valor cidadão muito grande’’. O governador Marcos Rocha também avaliou o projeto como uma ação positiva para educação rondoniense. ‘‘É muito bom para eles e também para mim, pois tive o prazer de recebê-los e ter esse momento de confraternização e aprendizados. E eu pude explicar para eles como a harmonia dos Poderes é importante para o desenvolvimento da nossa sociedade’’.



Governador Marcos Rocha destaca medidas adotadas pelo Poder Executivo para beneficiar a população

Postar um comentário

0 Comentários