Singeperon presta apoio a policiais penais e denuncia estrutura superlotada do CRA de Ariquemes



Após uma tentativa de fuga em massa no Centro de Ressocialização de Ariquemes (CRA), na manhã da última terça-feira (17), a presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia (Singeperon), Daihane Gomes, gravou um vídeo informando que a unidade está superlotada e que a situação no local é precária. A entidade também prestou atendimento jurídico aos policiais penais do CRA e que os servidores agiram todos dentro da legalidade.

Na frente da unidade, a presidente informou que estrutura do CRA é precária, e que não é adequado para a quantidade de presos. “A estrutura é ruim, o material é ruim. O local está superlotado, sobrecarregando os servidores que trabalham na unidade. Isso infelizmente corrobora para que o pior aconteça na maioria das vezes”, disse Daihane Gomes.

A presidente disse ainda, que os servidores, muitas vezes trabalham além da sua capacidade física e mental, para manter a ordem e segurança da sociedade.

A fuga

Na tentativa de fuga em massa, quatro presos conseguiram fugir. Segundo informações da Polícia, 13 apenados escalaram a grade da unidade e conseguiram chegar até a área externa, mas uma rápida ação dos policiais penais resultou na captura de nove deles. Apenas quatro conseguiram fugir e estão sendo procurados.

Três dos apenados que não conseguiram fugir, se feriram durante a tentativa de fuga e foram socorridos até a UPA de Ariquemes.

Fonte: Redação

Postar um comentário

0 Comentários