Policiais penais iniciam curso de Incursão em Ambiente Prisional para implantar Gape em Guajará-Mirim



Cerimônia foi marcada por um “corridão” dos 42 alunos, de 10 km pelas ruas da cidade.

O Governo do Estado de Rondônia, por meio da Escola Estadual de Serviços Penais (Esep) da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), deu início, na segunda-feira (16), ao curso de Incursão em Ambiente Prisional – II, que tem o objetivo de preparar os policiais penais para a implantação do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape) em Guajará Mirim. O Gape atua para intervir em situações de motins e rebeliões dentro das unidades prisionais do Estado, restabelecendo a ordem e a segurança, com uma ação rápida e idônea.

Na abertura realizada na Câmara de Vereadores da cidade, estavam presentes o gerente regional Valdomiro Silvino de Melo, representando o secretário Marcus Rito, a diretora da Esep, Ana Cláudia Serafim, e o chefe-geral do Gape, Reginaldo Barbosa Lima.

Planejado desde 2019, e adiado devido à pandemia, o edital de convocação foi publicado no dia 18 de junho, convocando todos inscritos para o Teste de Aptidão Física (TAF), realizado nos dias 28 e 29 de Julho. No total, 42 policiais penais, sendo 35 do sexo masculino e sete do sexo feminino foram aprovados e participam da capacitação.

Com duração será de nove dias, o encerramento está previsto para a próxima terça-feira (24), o curso é realizado em regime de internato, sendo ministrado nos três turnos, incluindo também treinamentos na madrugada.



Instrutores são servidores da própria secretaria, selecionados através de processo seletivo

Com uma ementa preparada minuciosamente para a incursão em ambiente prisional, o curso terá as seguintes disciplinas:

• Legislação;
• Procedimentos de revista e algemamento;
• Escolta;
• Bastão;
• Tonfa PR-24;
• Gerenciamento de crise;
• Instrumentos de menor potencial ofensivo;
• Armamento e tiro;
• Imobilizações táticas;
• Intervenção prisional.

As disciplinas estão sendo ministradas por servidores da própria Sejus, que realizou um processo seletivo interno para credenciamento dos docentes, por meio do Edital Nº 12/2021/SEJUS-ESEP.

A Sejus conta ainda com o apoio da Polícia Militar local, que está ofertando a disciplina de Instrução de Abordagem Policial, Polícia Civil, que ministrará a disciplina de Sobrevivência Policial, Departamento Penitenciário Nacional (Depen), que contribuirá com a disciplina de Intervenção Tática, e do 6º Batalhão de Infantaria de Selva, comandado pelo tenente-coronel Leriche Albuquerque Barros, com apoio na logística para a realização do curso.

Segundo o gerente regional Valdomiro Silvino de Melo, a Sejus segue orientações do governador Marcos Rocha e trabalha na constante capacitação dos colaboradores, visando atualização e aperfeiçoamento de técnicas. “Servidores capacitados refletem diretamente em uma sociedade mais segura”, finalizou.

Fonte: Secom

Postar um comentário

0 Comentários