Jovens estão evitando vacina, alerta prefeito Hildon Chaves


O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, declarou ontem, no plenário da Câmara Municipal, na abertura do segundo período legislativo de 2021, que o público abaixo dos 30 anos, estão evitando tomar a vacina contra o Coronavírus, “não se sabe porquê”, declarou. 

A preocupação maior do prefeito é com a variante Delta, que deverá estar circulando em Porto Velho dentro de 30 a 40 dias. O percentual de contágio da nova variante é bem maior, é bem mais agressiva e a imunização efetiva só ocorre após a segunda dose da vacina, podendo chegar a 90%. 

“Queria pedir a ajuda dos 21 vereadores para esse desafio. Ajude-nos a conscientizar a população”, disse o prefeito. Atualmente, segundo dados da Semusa, Porto Velho já vacinou 300 mil pessoas (sendo aproximadamente 230 mil com a primeira dose, e 70 mil com a segunda dose e dose única). 

Hildon Chaves, que disse ter tomado a segunda dose da vacina ontem, disse que dentro de 15 dias estará imunizado, mas que se ele contrair a nova cepa Delta, ele provavelmente estará assintomático, mas poderá infectar outras pessoas que resistiram a tomar o imunizante. 

Para o prefeito, há muita desinformação disseminada nos meios de comunicação entre a própria  população e adverte que as pessoas sempre foram vacinadas e nada de mal aconteceu a quem se imunizou. E desabafou: 

“Me causa espanto está vendo esse tipo de discussão diariamente na Rede Social e na Imprensa e não poderia deixar pela gravidade da situação de pedir o apoio total dos senhores na disseminação desses casos. Todos nós aqui somos da geração que tomamos umas 40 doses de vacina durante a vida.

Desde menino até hoje a gente toma vacina e ninguém nunca contestou vacina nenhuma. Ninguém nunca ouviu falar de que alguém morreu tomando vacina e nem virou jacaré (...)”.




Postar um comentário

0 Comentários