Detran promove leilão virtual com 465 lotes de veículos apreendidos na regional de Ji-Paraná



Serão ofertados 465 lotes, sendo 98% motocicletas, todos em bom estado de conservação

O segundo leilão virtual de veículos da regional de Ji-Paraná promovido pelo Governo de Rondônia, por intermédio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) acontece em dois dias: quinta-feira (5) e sexta-feira (6), organizado pela Comissão Permanente de Preparação de Leilão de Veículos Apreendidos ou Removidos de Ji-Paraná.

Serão ofertados 465 lotes, sendo 98% motocicletas, todos em bom estado de conservação, prontos para voltarem circular nas vias públicas, conforme Artigo 328 da Lei 9.503/1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro.

Os veículos leiloados foram removidos dos pátios das Ciretrans de Alvorada do Oeste, Castanheiras, Costa Marques, São Domingos do Guaporé, Ji-Paraná, Mirante da Serra, Nova União, Ouro Preto do Oeste, Posto Avançado de Nova Londrina, Presidente Médici, Estrela de Rondônia, São Francisco do Guaporé, São Miguel do Guaporé, Seringueiras, Teixeirópolis, Urupá e Vale do Paraíso.



Duas camionetas estão entre os lotes

“. Na quinta-feira a partir das 7h30 da manhã já estará aberto nosso segundo leilão virtual e vai até sexta-feira. Para quem deseja adquirir uma moto ou um carro essa é uma oportunidade”, ressaltou a presidente da Comissão Permanente de Preparação de Leilão de Veículos Apreendidos ou Removidos de Ji-Paraná, Élida de Brito.

Participam do leilão pessoas físicas e jurídicas, maiores de 18 anos ou emancipadas, previamente cadastradas junto ao Detran, requisitos obrigatórios para a participação. A confirmação da homologação do cadastro foi informada na própria tela do login ou no endereço de e-mail utilizado para o cadastro.

“O nosso leilão tem uma camionete, que é a grande atração de nosso leilão com lance inicial de R$ 40 mil. Têm ainda outra camionete com lance de R$ 5 mil, e outros carros ofertados. Lembramos ainda, que os veículos estão conservados aptos a trafegar. A pessoa que arrematar vai ter despesa somente com a transferência do veículo, e 30 dia para fazer a remoção do pátio das Ciretrans”, orientou Élida de Brito.

Segundo a presidente da comissão do leilão, a pessoa que der o lance e desistir da aquisição terá que pagar 20% do valor ofertado, caso contrário será inscrita na divida ativa. “Estamos confiantes no sucesso de mais um Leilão, uma vez que o nosso último realizado no mês de maio arrecadou quase R$ 3 milhões com o arremate de 1.080 lotes ofertados”.

O último leilão presencial do Detran ocorreu em 2019. Em decorrência da pandemia, não houve leilão em 2020.

Fonte: Secom

Postar um comentário

0 Comentários